Notícias > Detalhe

05/04/2019 - Portos no ES: Porto Central está em fase de negociação dos acordos comerciais e deve iniciar as operações em 2023

Após a conclusão da engenharia e obtenção de todas as licenças necessárias junto aos órgãos competentes para começar a construção, o Porto Central está em processo de negociação dos acordos comerciais para fechamento financeiro da primeira fase do projeto, com investimento previsto de R$ 3 bilhões nesse primeiro momento.

O CEO do Porto Central, José Maria Vieira Novaes, explica que a primeira fase do porto tem como foco o desenvolvimento da infraestrutura necessária para atender o Terminal de Energia do Porto Central para as operações de movimentação de petróleo e derivados. Na fase inicial, as obras levarão em torno de dois anos, com início das operações previsto para 2023.

“O desenvolvimento das próximas fases dependerá da demanda do mercado. Dada a localização estratégica do porto – em frente aos campos offshore de petróleo e gás e próximo aos maiores centros consumidores e produtores do país – os terminais de cargas gerais, contêineres, grãos e outros voltados à indústria de óleo e gás devem ser desenvolvidos logo em seguida”, reforçou o CEO.

Novaes lembrou ainda que o Sindiex tem papel importante na definição de políticas públicas voltadas ao setor portuário e a projetos que devem ser apoiados para sua realização. “O Porto Central acredita que pode oferecer o melhor modelo portuário para os usurários de um terminal de exportação e importação de cargas gerais e contêinerizadas. Assim, em parceria com o Sindiex, devemos buscar alinhamento de ações visando a implantação destes terminais”, finalizou.

O projeto

Localizado no município de Presidente Kennedy, na região Sul do Espírito Santo, o Porto Central está sendo viabilizado em uma área total de aproximadamente 2 mil hectares, suficiente para o desenvolvimento de diversos terminais e indústrias. O projeto segue o mesmo modelo de condomínio portuário aplicado no Porto de Roterdã e, dessa forma, o porto é responsável pela construção e gestão da infraestrutura (canal de acesso, dragagem, quebra-mares, cais, etc.) e os clientes arrendam áreas para desenvolverem seus próprios terminais.

Status

Investimento: R$ 3 bilhões na primeira fase

Local: Presidente Kennedy, no Sul do Espírito Santo

Prazo de conclusão da primeira fase: dois anos, com previsão de início das operações para 2023

Calado: 25 metros de profundidade

  • Siga-nos
  • Facebook
Copyright 2010 / 2019 Unicon - União Contábil

Vitória ES

Rua Graciano Neves, 230, Centro, CEP: 29015-330
Telefax: (27) 2104-0900 | e-mail: unicon@unicon.com.br
veja nosso mapa
 

Newsletter

Nome:
E-Mail: